O que comprar para o bebê que está a caminho? A verdadeira lista do enxoval imprescindível.

 

Confesse! Uma das coisas que grávida mais gosta é de ficar “namorando” vitrine de loja de bebês, não é mesmo? Parece que uma força sobre-humana te atrai sem que você possa fazer nada para remediar. É como se você fosse o metal e a loja o íman. Atração fatal mesmo. Se você entrar, vai acabar comprando alguma coisa. O problema é que muitas dessas coisas não são imprescindíveis.

Mas fica tranquila que é normal. A tentação é forte, mesmo! Você quer ser previsora e que tudo esteja em ordem para quando chegue o momento de receber o bebê: para o dia do parto, a estancia no hospital, a chegada a casa, para dar de mamar ou dar a mamadeira, dar o banho, trocar as fraldas, sair de passeio e um looongo etc.

E se é o primeiro filhote… Ui! Aí sim que pecamos de comprar demais!

Escutamos de uma amiga que já é mãe que vai precisar disso e daquilo, vemos propaganda na TV de um monte de utensílios e apetrechos pra bebês, revistas, fórum  de Internet (muitos deles habilmente fornecidos por marcas comerciais de produtos para bebês)…

É um continuo bombardeio de “COMPRE, COMPRE, COMPRE”!!!

Difícil resistir, né?

 

Fique com esta ideia:

O único que o bebê precisa de verdade é: os braços e o peito da mãe. Mesmo que não dê o peito (eles adoram se encostar em peito quentinho e escutar o bum-bum-bum do coração).

O resto, ou são prescindíveis ou se podem conseguir de segunda mão. Muitas das coisas que gastam os recém-nascidos e bebês em geral se usam tão pouquinho que nem dá tempo a gasta-los.

Se tiver parentes que têm filhos mais velhos ou mesmo amigos, comente com eles se querem se livrar de alguns objetos que, agora, já só fazem ocupar espaço nas casas. Para muitos, será visto até como um favor que você faz levando essas coisas que já não lhes têm utilidade nenhuma atualmente.

Tem também a possibilidade de conseguir material usado, em ótimo estado e a bom preço em internet. Utiliza o buscador e mergulha na Internet que tem de tudo!

 

Coisas que serão úteis para o enxoval (só o imprescindível):

 

  • Berço

Em primeiro lugar, terá que decidir onde vai dormir o bebê. O mais recomendável é que nos primeiros meses ele durma pertinho de você. Seja na mesma cama (falaremos disso em outro post), num berço tipo sidecar (coladinho com a sua cama) ou num berço normal no seu quarto.

 

 

 

  • Armário ou cômoda

Para guardar as coisinhas dele(a), a roupa, as fraldas, as mantinhas…

 

  • Carrinho

Recomendável que seja 2 em 1 (tipo Travel System): que se possa usar como carrinho de passeio e cadeirinha para o automóvel (normalmente são até os 9 kg). Importante que seja seguro e que se dobre para guardar. E eu recomendo que a parte de empurrar seja tipo barra, para poder levar com uma mão só, quando precisar.

E aqui queria contar para você que nós compramos um carrinho, mas praticamente só usamos como cadeirinha para o carro. Nosso carrinho está novo. Para passear a pé na rua transportamos durante 2 anos a Sara e atualmente a Anxo (1 ano) numa mochila porta-bebês ergonômica.

 

  • Sistema porta-bebês 

 

Se decidir levar o bebê em contato corporal, tem várias opções: slings, panos, mei tai, mochilas… Há muita variedade, mas o importante é que sejam ergonômicos e que possam se adaptar a você e a seu bebê. Eles adoram ir coladinhos na mamãe (e no papai também).

 

 

 

 

 

  • Roupa de berço, roupa para o bebê e toalha macia

Meu conselho é que a roupa de berço tenha elástico nas pontas para encaixar no colchão de forma prática.

Sobre a roupa do neném tenha em conta a praticidade também: fuja de botões de “casa” e fitinhas de amarrar. O mais fácil são os de pressão, tipo clip. Também os velcros são práticos. Prefira também as partes de baixo que se possam abrir. Nada que tenha que desvestir para poder trocar a fralda. Lembre-se que trocará muitas fraldas ao dia. Queremos praticidade, praticidade, praticidade!

Lembre também do gorrinho e uma mantinha para sair de casa nos dias mais frios. Nada de luvas! Os bebês necessitam chupar as mãos. Os sapatos também não são recomendáveis num recém-nascido. Melhor, meias grossas, se fizer frio.

 

  • Fraldas e lencinhos umedecidos

As fraldas podem ser descartáveis ou de pano. As descartáveis são mais práticas, mas as de pano são mais saudáveis para a pele do recém-nascido, por não conter branqueadores.

Nem todas as marcas de lencinhos umedecidos do mercado são boas. Verifique, na lista de ingredientes, que seja livre de parabenos e formaldeídos. E também sem perfume.

O ideal seria lavar o bum-bum com agua ou agua e sabonete (sem sabão ou neutro) ou agua e óleo de bebê e deixar os lenços para quando estiver na rua.

 

 

  • Pomada para assadura, sabonete sem sabão

O sabonete é preferível que seja líquido e que não contenha sabão para não ressecar. Ou então, pelo menos que seja neutro. Sempre lendo os ingredientes e evitando parabenos e formaldeídos.

Minha recomendação é que tenha dispensador. Fuja dos de rosca ou dos que tenha que virar de cabeça pra baixo e apertar. Suas mãos têm que estar livres para o bebê.

Por quê não incluo a banheira para o banho? Porque aqui estamos falando do que é imprescindível e a banheira não é. Eu comprei uma banheira dessas, tipo balde, mas meus filhos quase não usaram. Pode tomar banho com você mesmo. No colo. Eles se sentem muito mais seguros.

O mesmo para a colônia. Não é imprescindível e deve-se evitar. Os bebês têm o olfato muito sensível e a pele também. Em caso de querer que cheire a perfume, passa bem pouquinho na roupa (nunca na pele). E que o cheiro seja o mais fraquinho e suave possível.

 

  • Creme ou óleo de corpo

Quanto mais natural melhor.

O óleo pode servir também para o banho. Umas gotinhas na agua são suficientes e não precisaria de sabonete. Uma forma de limpar e hidratar a pele ao mesmo tempo.

 

  • Tesoura especial para bebê

 

Com ponta redondeada. Para cortar as unhinhas.

Nada dessa recomendação de antigamente de roer as unhas do neném. Isso é anti-higiênico e pode feri-lo.

 

 

 

 

  • Escovinha de cabelo suave

 

  • Termômetro digital

Para uso axilar ou retal. Agora, existem uns que têm a ponta flexível.

Evite as tiras de testa porque não são de fiar.

 

 

 

  • Desinfetante líquido clorexidina

Melhor que o álcool 70o, que resseca e irrita a pele. E, se cai sobre mucosa genital, pode arder.

 

  • Sabão para lavar a roupa

Que seja neutro ou de coco. Utilize menos quantidade para lavar as roupinhas do bebê e tudo o que vá estar em contato com ele: roupa de cama, toalha, fraldas de pano. Também para lavar seus sutiãs e suas calcinhas, pelo menos nas primeiras semanas, sobretudo se tiver laceração.

 

 

  • Para amamentar

Discos absorventes: provavelmente vai fazer falta ainda que há mulheres que não precisam, como eu não precisei.

Sutiã para aleitamento: melhor comprar no último momento, para calcular o tamanho adequado. Que não seja apertado, já que há relação entre sutiãs apertados e formação de mastite. Eu não uso sutiã em casa. Acho a coisa mais incômoda do mundo, e mais sendo lactante. Deixo para quando saio à rua.

Bomba tira leite: para mim foi algo muito útil. Eu comecei a estocar leite no congelador desde a primeira semana. Assim, eu estava tranquila se por qualquer motivo não pudesse estar com meu bebê. Desde que voltei ao trabalho, a bomba vai sempre na minha bolsa. Minha recomendação é que seja eletrônica já que a manual acaba cansando e demora mais de sair o leite. E se for dupla (para os dois peitos à vez) já seria mais que ideal para não perder o tempo (são muito mais caros).

 

  • Se for aleitamento artificial

Mamadeiras: duas, pelo menos. Melhor de vidro (são mais higiênicas, fáceis de limpar e carece de produtos tóxicos) ou de plástico sem BPA (Bis-Phenol A)

Bicos das mamadeiras: látex, silicone…

Escovinha limpadora: não faz falta esterilizador de mamadeira. Com ferver de vez em quando basta. A boca não é uma zona estéril.

Chupeta: os bebês têm a necessidade de chupar. É parte do seu desenvolvimento. Assim que, o nenêm que não mama deveria poder ter acesso ao substituto de uma das funções do peito: a chupeta.

 

 

Com esta lista para um recém-nascido é suficiente.

 

dr-sugiyama-font

Também pode baixar o PDF clicando na imagem acima

 

 

Baixe aqui um checklist de nascimento em PDF que criei para você.

Assim não vai esquecer de nada para os primeiros dias do seu bebê

 

 

 

 

Você incluiria algo mais nesta lista? Porque?

 

Espero seu comentário para ajudar a outras familias a fazer a sua própria lista.

 

Feliz semana!

Compartilhe...Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: