Os 11 alimentos que devemos evitar durante a gravidez

Queremos sempre o melhor para os nossos filhos e já nos preocupamos por isso desde que eles ainda estão lá, protegidinhos dentro do nosso útero.

 

Evitamos tudo o que possa afetar a saúde do futuro bebê: tomamos cuidado de não levar nenhum golpe na barriga, de não fumar, evitar estar em lugares poluídos, se expor a radiações e um longo etc.

 

E com a alimentação não vai ser menos.

 

Todo mundo sabe que tudo o que comemos influi direta ou indiretamente na saúde do bebê que está em caminho. E é por isso que devemos prestar muita atenção na nossa alimentação quando estamos grávidas.

 

Realmente, já mesmo antes de conceber, deveríamos nos assegurar de que estamos saudáveis, de que não temos carências de minerais e vitaminas, assim como nenhuma doença que possa influir no correto desenvolvimento do nosso futuro e delicado bebê.

 

Até mesmo porque, segundo alguns científicos, a flora do sistema digestivo do bebê que está por vir já está sendo formada no útero materno.

 

Os investigadores acreditaram durante muito tempo que os bebês nasciam com tripas virginais (intestinos estéreis) e que só eram colonizadas quando o recém-nascido entrava em contato com a flora da pele e trato digestivo, genital e urinário da mãe (por passar pelo canal do parto durante o nascimento).

 

Mas, recentemente se demonstrou que o bebê começa a adquirir as suas bactérias intestinais do sistema digestivo da mãe, já no útero. Essas bactérias estão influenciadas pela dieta materna assim como pelo estilo de vida.

 

E a primeira microbiota que coloniza o intestino humano facilitará o caminho para nossa saúde futura.

 

Que importante é então a nossa alimentação e estilo de vida durante a gestação!!

 

Está preocupada com o que pode fazer mal a você e a seu bebê?

 

Faça uma dieta saudável durante a gravidez, pensando tanto em você como no seu filho ou filha.

 

Já viu que já pode começar a cuidar dele mesmo antes de nascer. Então, vamos fazer esse mínimo esforço que só vai trazer bem-estar para vocês dois.

 

 

QUE ALIMENTOS EVITAR DURANTE A GRAVIDEZ?

 

  1. Alimentos altamente refinados e processados.

Evite os alimentos industrializados. Estão cheios de coisas ruins em excesso: açúcar, gorduras trans, conservantes, corantes, aditivos químicos…  São uma delícia, já sei, e parece que os desejos das grávidas vão muitas vezes por esse caminho: um donuts, um biscoitinho recheado, um bolinho desses empacotados que se vende nos supermercados… uma infinidade de alimentos que podem parecer deliciosos, mas que fazem um mal terrível, acredite!

 

 

  1. Alimentos pré-cozinhados congelados.

Imagem desde Flickr: Ta-Tung

Tipo lasanha congelada. Ô coisa cheia de porcaria! Tem de tudo aí. Tudo de ruim. É melhor mesmo cozinhar em casa, que você sabe o que está comendo, ou comer em lugares de confiança.

Tem que sair logo e não dá tempo para cozinhar? Pode fazer mil tipos de saladas deliciosas que levam muito pouco tempo de preparação. Tenha alimentos saudáveis na geladeira que na hora da pressa é só misturar tudo.

 

 

  1. Fritura e comidas gordurosas.

Além de cair mal no estômago, faz mais lenta a digestão, fazendo você se sentir pesada, inchada e dando mais ardor de estômago que de costume na grávida.

 

 

 

  1. Peixes de grande tamanho.

 

Peixes tipo atum vermelho ou peixe-espada levam muito mercúrio acumulado no corpo. O mercúrio é um metal pesado e é um potente neurotóxico que pode afetar o feto.

 

 

 

 

  1. Peixe e marisco (ou carne) cru, pouco cozido, marinado, em conserva ou defumado.

 

O sushi, por exemplo, que muita gente adora (incluída eu): proibido! Há risco de estar contaminado por um parasito, o Anisakis.

 

 

 

 

  1. Chouriço, linguiça, salsichas ou qualquer tipo de embutido elaborado de forma tradicional e caseira.

 

Corremos o risco de contrair uma doença chamada toxoplasmose, que pode passar desapercebida pela mãe, mas prejudicial para o bebê.

 

 

 

 

  1. Queijos cremosos ou brandos sem pasteurizar.

 

Não coma queijos tipo feta, brie, azul ou roquefort por causa do risco de uma infecção provocada por uma bactéria que produz a listeriose.

 

 

 

     8. Refrigerantes.

Os refrigerantes são uma bomba de açúcar para o seu organismo e por tanto para o do bebê. Aumentam rapidamente a glicemia a níveis muito altos, o qual não é saudável, podendo dar lugar a desordens no metabolismo.

Tenha em conta também que estão cheios de aditivos químicos que só fazem mermar a sua saúde e por tanto a do seu bebê.

Ainda por cima, alguns têm cafeína e são excitantes, coisa que você deve evitar.

 

 

 

  1. Chazinhos e infusões.

São agradáveis, caem bem e reconfortam, mas nem todos são inofensivos para as gestantes. Que seja natural não quer dizer que seja seguro. Pense que os remédios são fabricados a partir de ervas medicinais. Ademais, é muito difícil controlar a quantidade mínima segura de produto no chá.

Tem alguns chás que não se devem tomar durante a gravidez e muita gente não sabe: folhas de framboesa, manjericão, boldo, eucalipto, menta, arruda, aloe-vera e anis estrelado são alguns deles.

Outro problema do chá é que alguns, como o chá verde, podem limitar a absorção do ácido fólico, vitamina essencial durante a gravidez.

Evite também os chás com propriedades excitantes.

 

 

  1. Café em excesso.

O máximo permitido para a grávida é de 200mg. O que equivale a umas 2 xícaras pequenas. Ainda que o ideal seria nada de café, já que mexe com o sistema nervoso do feto, assim como com o seu.

O chocolate negro também contém muita cafeína. Se você é como eu, que ama esse tipo de chocolate, é melhor nem ter em casa durante a gestação.

 

 

  1. Bebidas alcoólicas.

100% proibidas!! O álcool passa rapidamente à corrente sanguínea e cruza a barreira placentária, alcançando a circulação do feto e por tanto o seu cérebro. Não se sabe exatamente quê e quanto dano pode causar ao feto. Não há uma quantidade segura de bebida alcoólica que se possa tomar. Então, é melhor não arriscar: 0 bebidas alcoólicas durante a gravidez.

 

 

Uau! Parece muita coisa, não é? Mas pense, vale a pena esse pequeno esforço. Você vai se sentir melhor e vai ajudar a que seu bebê nasça saudável e forte!

dr-sugiyama-font

 

 

Que alimento te custa/custou mais evitar?

 

A mim, me custou muitíssimo não tomar refrigerante de cola. Não é que eu tomasse muito antes da gravidez, mas tive um desejo enoooorme, incontrolável e acabei tomando um pouquinho, saboreando cada mililitro como se não houvesse um amanhã.

 

Hoje em dia, desde a segunda gravidez, não tomo mais refrigerante algum. E a verdade é que nem sinto falta.

Compartilhe...Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Print this page
Print

One Reply to “Os 11 alimentos que devemos evitar durante a gravidez”

  1. Leite cremoso, chocolate e primeiro conclusão do que cafezeiro.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: