As 17 recomendações para visitar uma puérpera e seu recém-nascido

Recomendações visitar puérpera

Toda vez que subo aos quartos das puérperas para ajudar na amamentação, me assusto da quantidade de gente junta que ocupa aqueles escassos metros quadrados. Mesmo sendo inverno, naqueles quartos, parece que sempre é verão. Entre o aquecedor e o calor humano que desprendem todos ali presentes, o ambiente é irrespirável. E isso para um bebê não é nada saudável.

 

É verdade que um nascimento sempre é motivo de festa, de compartilhar a alegria e de parabenizar. Mas devemos ter sentido comum e lembrar que o bebê é um ser muito sensível e que necessita ir se adaptando muito pouco a pouco a este mundo externo e cheio de estímulos, muito diferente da calma e da tranquilidade do claustro materno.

 

E não podemos esquecer das mães. Elas também necessitam tranquilidade para descansar e repor forças, seja parto normal ou cesárea, e de um tempo de adaptação da nova situação.

Tenha certeza de que é muito cansativo e esgotador ter que ficar fazendo sala para visitas e mais visitas que aparecem sem cessar. Ter que contar uma e outra vez o parto desde o começo e ainda ter que ficar ouvindo inúmeros conselhos diferentes… Não é fácil, não.

Em vez de dormir e descansar, tem que atender às visitas, se esquecendo que durante a noite provavelmente vai passar em vela, já que os bebês não entendem ainda de ritmos circadianos.

 

Então, cada vez que soubermos que uma amiga ou conhecida acaba de ter um bebê, vamos aguentar a nossa vontade de sair correndo para o hospital e esperar a que essa família tenha tempo de se adaptar à nova situação, descansar e se organizar.

Vamos nos limitar a mandar uma mensagem ou como muito, fazer uma ligação rapidinha só para parabenizar mesmo e pergunta se precisa de ajuda com alguma coisa.

 

Gostou do vídeo?

Não esqueça de compartilhar para que chegue a muita gente e poder criar consciência nesse tema.

 

Até o próximo vídeo.

dr-sugiyama-font

Compartilhe...Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Print this page
Print

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: